segunda-feira, 23 outubro 2017
Home / Ciências e Tecnologia / 15 doenças tão dolorosas que poderiam ser consideradas métodos de tortura

15 doenças tão dolorosas que poderiam ser consideradas métodos de tortura

Quando ouvimos a palavra tortura, imagens terríveis automaticamente chegam em nossa mente. Desde métodos medievais até aqueles mais difundidos em filmes de guerra e de terror em geral. Graças à declaração dos direitos humanos e a legislação vigente no Brasil, a tortura foi abolida em nossa país, bem como em grande parte do planeta – ainda que seja utilizada em certos lugares até hoje.

Mas se você pensa que a tortura é a forma mais cruel de fazer uma pessoa sentir dor e sofrer, é porque você não conhece as doenças dessa lista.

Confira:

15 – Fibrose Cística

Fibrose Cística

Essa é uma doença herdada geneticamente, que afeta os pulmões, mas que em alguns casos pode atacar o intestino, rins, fígado e pâncreas. Os médicos estimam que as pessoas que sofrem com essa doença possuem uma expectativa de vida de 37 anos. E os sintomas são complicados. Quem sofre com a doença pode apresentar tosse intensa, ganho de peso, secreções pegajosas e dores nos dedos.

As tosses podem ser tão fortes que alguns pacientes literalmente tossem pequenos pedaços de tecido pulmonar. “Às vezes, a dor é tão ruim que parece que meu peito está sendo espremido pela mão de Deus”, disse um paciente, de acordo com relatórios.

14 – Ebola

Ebola

O vírus do Ebola chocou o mundo inteiro, com o maior surto da doença tendo terminado em março desse ano, depois de quase três anos de pânico. O início da doença é como uma gripe comum, com febre e fraqueza geral. Depois de algum tempo, começam a aparecer as dores musculares e nas articulações, seguidas por vômitos, diarreia e hemorragias. Se o paciente não falece por conta da desidratação, começam as dores do no peito, falta de ar, erupções cutâneas, inchaço e confusão. Se não houver tratamento, quase 100% dos pacientes acabam morrendo, e as melhores chances de sobrevivência estão na identificação precoce do vírus.

13 – Doença de Dercum

 Doença de Dercum

Tente imaginar que dentro de você e de toda a gordura extra que existe em seu corpo, existem centenas de tumores adiposos de diferentes tamanhos, cada um dos quais não só pressionam suas terminações nervosas, mas são extremamente dolorosos ao toque. Isso é o que acontece com os portadores da Doença de Dercum, que ainda não possui causa definitiva. Apesar de não possuir causa comprovada, as teorias apontam trauma, pressão mecânica sobre os nervosos ou mau funcionamento do sistema nervoso como os culpados pelo problema.

A única forma de passar por essa tortura é gerenciando os sintomas, já que cirurgias e medicações fornecem apenas alívio temporário.

12 – Síndrome complexa de dor regional

Síndrome complexa de dor regional

Um dos distúrbios mais complexos já descobertos pela comunidade médica é a síndrome complexa de dor regional. A causa exata ainda é desconhecida, mas o consenso geral é que normalmente é causada por algum tipo de lesão em um membro – seja menor que a picada de uma agulha, ou uma fratura. A área afetada, normalmente as extremidades suepriores, apresenta dores muito fortes, inchaço e queimação.

A doença normalmente piora ao longo do tempo, e muitas vezes é necessário amputar a extremidade afetada para melhorar a qualidade de vida do paciente. No entanto, mesmo assim, em alguns casos a doença acaba “passando” para outro membro após a amputação.

11 – Polio

Polio

O desenvolvimento de vacinas eficazes fez com que os surtos de poliomielite tenham reduzido nas últimas décadas. No entanto, recentemente o vírus fez vítimas na Nigéria, e ainda aparece em países subdesenvolvidos. Este vírus é contraído pela boca, e ataca inicialmente a garganta e o trato intestinal, causando dores severas e um desconforto que se intensifica gradualmente, à medida em que o vírus se move para dentro do sistema linfático, onde se multiplica rapidamente e chega até a corrente sanguínea e sistema nervoso central. Quando começa a atacar a coluna vertebral e o cérebro, o sofrimento aumenta drasticamente, e a paralisia acaba ocorrendo.

Se a doença for identificada rapidamente, os sintomas podem ser gerenciados através de tratamentos, mas não há cura.

10 – Vírus de Marburg

Vírus de Marburg

Se você pensou que o Ebola era horrível, o vírus de Marburg pode ser tão ruim quanto. Com muitos sintomas semelhantes, trata-se de uma febre hemorrágica extremamente grave que ataca a capacidade do corpo para coagular o sangue. Não existe vacina nem cura. É um vírus tão perigoso que a morte pode ocorrer dentro de duas semanas de exposição.

Existem preocupações, inclusive, que esse tipo de vírus possa ser utilizado ocasionalmente como uma arma biológica.

Os sintomas incluem dor de garganta, dor de cabeça, dor abdominal, diarreia, vômitos, fadiga e dores nas articulações e musculaturas, além de sangramento interno.

9 – Urticária Aquagênica

Urticária Aquagênica

A maioria das pessoas toma banho, nada e bebe água durante toda sua vida sem enfrentar nenhum problema. Entretanto, um indivíduo com urticária aquagênica não pode fazer nenhuma dessas atividades acima sem enfrentar um tormento gigante. Essas pessoas são essencialmente alérgicas à água. Com essa condições, cada gota de água causa dores fortíssimas. Não há causa conhecida, e apenas tratamentos limitados estão disponíveis para controlar essa rara doença.

8 – Fibromialgia

Fibromialgia

Embora normalmente não cause a morte, a fibromialgia é uma doença extremamente debilitante. É caracterizada por uma dor crônica, severa e generalizada, além de maior sensibilidade à pressão sobre os nervos em geral. Cientistas teorizam que a sua causa seja uma combinação de fatores genéticos e ambientais, mas ainda não estabeleceram nada de concreto. A dor às vezes é tão intensa que por vezes pode causar momentâneos apagões.

7 – Neuralgia Trigeminal

Neuralgia Trigeminal

Os nervos trigêmeos correm ao longo de ambos os lados da face, logo acima da orelha, em três direções: um perto do olho, um em direção ao lábio e outro na área da mandíbula. Em pacientes com Neuralgia Trigeminal, esses nervos experimentam espasmos bruscos. Essa doença é classificada pela comunidade médica como uma das dez mais dolorosas, e embora possa ser gerenciada com cirurgia e medicação, não há cura. Uma pessoa que sofre com essa condição muitas vezes é incapaz de se barbear, aplicar maquiagem ou até mesmo lavar o rosto.

6 – AIDS

AIDS

Você certamente conhece a AIDS, e sabe que ela se desenvolve quando o vírus do HIV é deixado sem controle e sem tratamento. O que a maioria de nós não sabe é o quão doloroso são os efeitos desse vírus. Uma vez que a pessoa tenha sido diagnosticada com AIDS, seu sistema imunológico já está enfraquecido em um pouco em que pegar um resfriado pode ser fatal. As pessoas que convivem com esse tipo de vírus são mais capazes de sobreviver atualmente do que eram no passado. No entanto, ainda assim é uma doença extremamente perigosa e dolorosa.

5 – Vício

Vício

O vício é, de fato, uma doença. E ela pode ser extremamente dolorosa. Na foto que ilustra esse item, você pode ver uma pessoa em um estágio muito avançado do vício em metanfetaminas.

Ser dependente de qualquer substância pode provocar dores físicas, mentais e emocionais, principalmente ao tentar abandonar o vício. Muitos viciados se dizem “prisioneiros” do próprio vício.

A conscientização tem sido levantada ao longo dos últimos dois anos, na esperança de ajudar os toxicodependentes a encontrar tratamento de reabilitação, bem como ajudar na prevenção das recaídas. Mas é necessária uma grande força de vontade para procurar tratamento, ou eles acabarão entrando em um doloroso ciclo vicioso, que pode, eventualmente, acabar causando a morte dos dependentes.

4 – Transtorno da dor extrema paroxística

Transtorno da dor extrema paroxística

O transtorno da dor extrema paroxística é uma doença extremamente rara que geralmente começa a aparecer enquanto uma criança ainda está no útero. Como o próprio nome sugere, a dor extrema é o principal sintoma, e envolve os olhos, mandíbula e reto. A doença causa dores muito fortes na região retal e abdominal, e não existe cura conhecida. Nos casos já conhecidos e estudados dessa rara doença, os sintomas acompanham os pacientes durante toda a vida, com muito pouco alívio ao longo do tempo.

3 – Cancrum Oris

Cancrum Oris

A foto que você vê nesse item é de um caso extremamente leve da doença. Caso você tenha estômago e curiosidade para isso, pesquisa no Google outras fotos sobre a doença.

Cancrum Oris é uma doença gangrenosa que literalmente devora o tecido do rosto e genitália. Ele mata 80% dos pacientes, e embora seja tratável com antibióticos, higiene e nutrição, uma vez que o dano está feito, a cirurgia é a única maneira de tratar as áreas já afetadas. Existem várias causas suspeitas, e a doença só ocorre nas regiões mais pobres do mundo.

2 – Neuropatia Periférica

Neuropatia Periférica

Com causas que variam desde fatores genéticos e metabólicos até intoxicações, a Neuropatia periférica é uma doença que atinge a função nervosa do corpo humano. Existem tantas maneiras de tratá-la quanto causas, o que é uma bênção e uma maldição ao mesmo tempo. Frequentemente, é difícil determinar a causa exata, o que dificulta a capacidade de encontrar um tratamento exato, deixando os pacientes à mercê da dor aguda e agressiva, semelhante à perfurações com agulhas em toda a região afetada. Como a maioria das outras doenças citadas nessa lista, esta pode ser gerenciada, mas não há cura.

1. Câncer de pâncreas 

Câncer de pâncreas

O câncer do pâncreas leva a primeira posição nessa lista não por menos. Não apenas é devastador receber o diagnóstico, a dor física e emocional associada com ter de tratar o câncer é gigantesca. O câncer no pâncreas tem a maior taxa de mortalidade entre todos os tipos da doença, com apenas 7% dos diagnosticados sobrevivendo nos últimos cinco anos.

CONFIRA

28 de Junho: A Revolta De Stonewall que lançou um movimento

          Nos EUA da década de 60, a homossexualidade ainda era …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Watch Dragon ball super