segunda-feira, 23 outubro 2017
Home / Ciências e Tecnologia / 7 acidentes genéticos inacreditáveis

7 acidentes genéticos inacreditáveis

1. Bebê sapo (bebê não identificado – Nepal)

Em 2006, este estranho bebê nasceu em Charikot, sede do distrito de Dolakha, atraindo um número enorme de espectadores para testemunhar um surpreendente milagre.

O bebê sem pescoço – com a cabeça quase totalmente afundada na parte superior do corpo e com os globos oculares extraordinariamente grandes, literalmente estalando fora das órbitas – é filho de Nir Bahadur Karki e Suntali Karki, e nasceu no Hospital Gaurishnkar, em Charikot.

O bebê, no entanto, morreu após meia hora de seu nascimento, informou Suntali, a mãe da criança. Ele foi levado ao hospital após a sua morte. A notícia sobre o bebê que estava sendo levado para o hospital se espalhou como um incêndio e havia centenas de pessoas reunidas no hospital para dar uma olhada. A polícia teve que se desdobrar para controlar a multidão.

O bebê pesava 2kg ao nascer e nasceu após o período normal de nove meses de gestação. Suntali, já mãe de duas filhas normais, não sofria de nenhuma doença durante a gravidez. Nir Bahadur, o pai, diz que não sente remorso pela morte do bebê recém-nascido. “Estou feliz por não ter acontecido nada com minha esposa”, disse ele.

Acredita-se que o bebê tem uma condição chamada anencefalia, um defeito no tubo neural, sem formação adequada do cérebro.

2. Homem com cauda (Chandre Oram – Índia)

Com uma cauda de 13 polegadas, Chandre Oram, um trabalhador de uma plantação de chá, tornou-se um objeto de devoção em seu nativo Alipurduar. “Eu nasci em Ram Navami (aniversário de Lord Ram). As pessoas têm muita fé em mim – elas se curam de doenças graves quando tocam na minha cauda. Eu acredito que posso fazer muito bem para aqueles que vêm a mim com devoção”, diz o homem, diante do qual milhares de pessoas fazem fila todos os dias para buscar bênçãos. Num canto do pátio de sua casa, Oram montou um pequeno templo de Hanuman, onde recebe oferendas em Ram Navami, que ele mais tarde oferece aos deuses.

3. Bebê ciclope (bebê não identificado – Índia)

Em 2006, este bebê nasceu com um único olho, na Índia. A equipe médica que ajudou a entregar a criança acredita que sua condição foi causada por um medicamento experimental contra o câncer. Outra causa escrita no relatório do hospital era que também poderia ser o resultado de um transtorno cromossômico. A criança foi diagnosticada com um distúrbio cromossômico raro, conhecido como ciclopia. Ela nasceu com um único olho no centro da testa, sem nariz e seu cérebro fundido em um único hemisfério. Com tais deformidades severas, era um milagre que a menina sobrevivesse mesmo alguns minutos após o parto. O bebê morreu dias depois.

4. Maior mão do mundo (Lui Hua – China)

Lui Hua sofre de uma condição rara conhecida como macrodactilia. Quando foi hospitalizado em Shanghai em julho de 2007, seu polegar esquerdo mediu 10,2 polegadas e seu dedo indicador por volta de 12 polegadas. Em 20 de julho os cirurgiões realizaram uma operação de sete horas para reduzir o tamanho dos dedos de Liu. Os médicos removeram 11 quilos de carne e osso no procedimento. Está prevista a realização de uma segunda cirurgia. Os membros alargados podem ser causados por uma série de condições médicas. Linfedema é talvez a causa mais comum e resulta em alguns membros extraordinariamente alargados.

5. Pés virados para trás (Wang Fang – China)

Wang Fang, de 27 anos, da cidade de Chongqing, na China, nasceu com os pés voltados para o lado errado. Ela aprendeu a viver com a sua condição sem problemas e recentemente recusou uma pensão por invalidez por ser classificada como deficiente. “Eu posso correr mais rápido do que a maioria dos meus amigos e ter um emprego regular como garçonete no restaurante da família. Não há razão para me classificar como deficiente.”

6. Bebê com três braços (Liu Junjie – China)

Este bebê de 2 meses chamado Liu Junjie da província de Anhui, na China, nasceu com um terceiro braço em 2006. Os médicos removeram com sucesso o terceiro braço, extremamente raro e bem desenvolvido, mas o bebê precisava de terapia física de longo prazo para ganhar função em sua terceira mão, que não tem palma e flexiona em qualquer direção. “Esperamos trocar informações com médicos que lidaram com casos semelhantes em qualquer lugar do mundo”, disse Chen, chefe do departamento de ortopedia do Centro Médico de Crianças de Xangai. “Isso é tão raro que não temos praticamente nenhuma informação para continuar.”

7. Mamilo no pé (mulher de 22 anos não identificada – Brasil)

O documento bizarro que descreve o caso diz: “Uma mulher de 22 anos procurou cuidados médicos para uma lesão na região plantar do pé esquerdo: um mamilo bem formado rodeado por aréola e pelos. O exame microscópico da derme mostrou folículos pilosos, glândulas écrinas e glândulas sebáceas. Um tipo de gordura foi observado na base da lesão. Os achados clínicos e histopatológicos foram consistentes com o diagnóstico de tecido mamário supranumerário, também conhecido como “pseudomama”. No nosso conhecimento, este é o primeiro relato de mama supranumerária encontrada na sola de um pé.

CONFIRA

15 vezes em que a civilização perdeu a batalha contra a natureza

Estas 15 fotos mostram como as construções e objetos feitos pelo ser humano se parecem …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Watch Dragon ball super